III - ABELHAS, COLMEIAS,APIÁRIO

 
 

As abelhas vivem em sociedade, são extremamente organizadas e produtivas.
Uma família ou colônia  de abelhas é formada em por uma rainha, milhares de operárias  e centenas de zangões. A seguir vamos fornecer uma rápida  descrição de cada especialização.
 
 

  ABELHA OPERÁRIA 

Uma operária é do sexo  feminino, nasce de um ovo fecundado mas é incapaz de realizar postura de ovos fecundados por não realizar   acasalamento e possuir  orgãos reprodutores atrofiados. Vive entre 1 a 120 dias, e são  responsáveis por todas as tarefas da colmeia.

De acordo com a idade executam tarefas diferentes, que cronologicamente se dividem  em: faxineiras, nutrizes, produtoras de cera e mel, guardas e finalmente campeiras até o fim da vida, assim distribuidos:

. Entre 1o e o 3o diade vida: fazem a limpeza dos  favos, aquecem os ovos
  e as larvas;
. do 4o ao 12o dia preparam a alimentação para  as larvas, produzem a
  geléia real e cuidam da criação  de novas  rainhas;
. do 13o ao 18o dia produzem cera, constroem favos e as realeiras para a
  criação de novas  rainhas;
. do 19o ao 20o dia prestam serviço de sentinela no alvado (guardiã), com a
  finalidade de defender a família contra qualquer tipo de invasão bem
  como realizam os primeiros vôos de  reconhecimento;
. finalmente do 21o ao 42o  dia fazem os serviços externo no campo,
  coletando nectar, pólem,  própolis e àgua.

As abelhas não dormem e se esgotam  fisicamente, mais ou menos,   de acordo com o trabalho. No    inverno, período que trabalham menos, chegam a viver até120 dias. Como são insetos e possuem "sangue frio", precisam de  calor (34 a 35 oC) para sobrevivência da família. Para produzira temperatura desejada, comem mel e se aglomeram em forma de bola no centro da  colméia.
 
 

ABELHA RAINHA CERCADA POR GUARDIÃS E NUTRIZES  ABELHA RAINHA ABELHA RAINHA SENDO ALIMENTADA COM GELÉIA REAL

A abelha rainha é única dentro  da colmeia (*).

Nasce de um ovo  fecundado, mas  em berço especial chamado realeira a qual possui amplo espaço  para o livre desenvolvimento de seu abdomem e dos orgãos de reprodução. É alimentada com geléia real, o que a  diferencia dos  outros componentes da colmeia.

Seu abdomem é maior e mais claro, vive por volta de cinco anos, copula uma única vez com até uma  dezena ou mais de zangões (**) e durante toda a sua vida suas tarefas  primordiais são: a postura de ovos e a "feromonização"  da colméia, mantendo o  sistema em harmonia e integrado ( O  feromônio é a "impressão digital" da colmeia e   é produzido por uma glândula chamada de Glândula de Nazanóv).
(**) - De fato a rainha realiza somente um vôo nupcial  onde pode
          acasalar-se com 2 a 18 zangões, conforme seu tamanho e
          consequentemente o tamanho da sua espermateca (estrutura
          destinada a armazenar os espermatozóides).  Mas se por acaso
          realiza um vôo nupcial em dia  com mau tempo (como por exemplo:
          esfria e/ou começa a chover),  e não consiga preencher sua
          espermateca então poderá realizar até um segundo ou um terceiro
          vôo nupcial para que o volume de espermatozóides necessários ao
          preenchimento da espermateca fique completo.

A abelha rainha é a mãe  de todos as abelhas e dos zangões e é responsável  pela  família. Ela pode por ovos fecundados (que dão origem as operárias e rainhas) e não fecudados (que dão  origem aos zangões). Na primavera uma rainha pode por até 3000 ovos/dia se ela  for jovem. Quando uma rainha envelhece, perde  sua capacidade de postura e  também diminui a emissão de feromônio.
Nessa situação as operárias procuram substituir a mãe, construindo realeiras nos favos onde  existem larvas e assim criando  uma nova rainha. Uma rainha atinge  a maturidade sexual entre o quinto e o nono dia  de vida;  em seguida,  se o tempo for bom faz o vôo nupcial, quando pode ser    fecundada por diversos zangões. Quatro ou cinco dias após  a fecundação já inicia a  postura.

(*) - Existem trabalhos que monstram que é possível, de forma controlada,
          colméias com tres ou  mais rainhas, o que aumenta a produçãode mel
          em no mínimo  50% . ( ver: "SISTEMAS COM MÚLTIPLAS RAINHAS",
       APÊNDICE- SISTEMA COM 3 RAINHAS ).
 
 

Zangão   O ZANGÃO Zangão

Zangão é o elemento  masculino da família da abelhas.

Nasce de um ovo não fecundado,não possui ferrão e sua única função  é  fecundar uma rainha virgem, morrendo logo após. No  entanto da  teoria, colméias com uma população "aceitável" de zangões  tornam-se mais produtivas !

Por nascer de um óvulo não fecundado ele não possui pai, trazendo como herança genética as  características da mãe e avós maternos. A  este fenômeno chama-se partenogênese.

Um zangão atinge a sua maturidade sexual aos doze dias. É o único elemento da  família das abelhas que possui livre acesso a qualquer colmeia.
No entanto como ele come muito e não vive mais que duas horas sem alimento , então na escasses de  mel as abelhas evitam criá-los e expulsam os existentes.

Todas as abelha possuem cinco olhos,  sendo: tres olhos simples, localizado na parte frontal para enxergar perto e no escuro, dois olhos compostos de omatídeos par enxergar a distância e a  luz do dia. Portanto, devido ao grande número de omatídeos, uma abelha enxerga simultâneamente em todos os lados.
Número de omatídeos em um zangão: 13.000;
Em uma Rainha                                  : 3.000  e
Na operária                                        : 6.300 .

Da mesma forma, o número de  segmentos e cavidades olfativas é:
zangão  :11 segmentos e 30.000 cavidades  olfativas;
Rainha  :10 segmentos e 3.000 cavidades olfativas   e
operária:10 segmentos e 6.000 cavidades olfativas.

O número exagerado de cavidades  olfativas nos  zangões capacita-os a sentirem o "cheiro" de  uma rainha num ráio da ordem de 10  Km.

SEQUÊNCIA DE FASES DO NASCIMENTO DE UMA ABELHA OPERÁRIA
 
FASES DO NASCIMENTO DE UMA ABELHA OPERÁRIA.
  •  Ovo fecundado depositado no fundo do alveolo.
  •   Postura feita pela rainha.
  •  
  •  Após tres dias da postura nascerá a larva. 
  •  Larva: será alimentada pelas obreiras até o oitavo dia   quando o alveólo  será  operculado pelas obreiras e a larva começará a tecer o casulo. 
  •   Pré-pupa: inicia-se o processo de metamorfose.
  •   Pupa: até o vigésimo dia sofrerá o processo de metamorfose.
  • Abelha adulta:  no vigésimo-primeiro dia nasce finalmente a abelha já em  sua  forma definitiva.

  •  
     
     

                                                    A COLMEIA
     

    Fotografia de Uma colméia padrão Langstroth, cujo diagrama esquemático foi mostrado na figura II,ver Seção II.

    Existem colméias de diversos tipos e materiais.
    As mais simples são de casca de àrvore e barro, as mais utilizadas são de madeira, porém já existem em alguns países colméias de plástico (polipropileno ou  poliestireno).

    Uma colméia fabricada pelo homem, conforme discutido na seção II tem que seguir rigorosamente as mesmas medidas que as abelhas adotam para a construção de seus favos; isto proporciona um melhor aproveitamento do espaço além de poupar às abelhas trabalho extra para prencher.Uma colmeia  fabricada pelo homem, conforme discutido na seção II tem que seguir rigorosamente  as mesmas medidas que as abelhas adotam para a construção de seus favos; isto proporciona um melhor aproveitamento do espaço além de poupar às abelhas  trabalho extra para preencher  espaços desnecessarios

    Os componentes dda colméia são: assoalho, ninho, quadros guarnecidos com cera alveolada para a construção dos favos pelas abelhas e a tampa. Atualmente usa-se também quadros para ninho e melgueiras feitos em poliestireno onde a cera de abelha é pulverizada.

    Durante a florada acrescenta-se outros componentes como: telas excluidoras (opcional), melgueiras e/ou sobreninhos.

    Na figura abaixo, observa-seo trabalho de dois apicultores, com a vestimenta completa para proteção  contra as ferroadas das abelhas. O da esquerda, está segurando umfavo. O da direita está segurando o fumegador. O fumegador é  essencial nos trabalhos no apiário. A utilização da  fumaça minimiza o ataque das abelhas. Na caixa da direita observamos  ninho e sobre-ninho cobertos com uma telha para proteção  contra as chuvas. Observe no suporte da colmeia, as latas colocadas para  impedir a subida  de formigas.
     
     

     
    APICULTORES E O APIÁRIO. Figura esquemática mostrando de dois apicultores, com a vestimenta completa para proteção contra as ferroadas das abelhas. O da esquerda, está segurando um favo. O da direita está segurando o fumegador.

    O fumegador é essencial nos trabalhos  no apiário. A utilização da fumaça impede oataque das abelhas. Na caixa da direita observamos ninho e sobre-ninho cobertos com uma telha para proteção contra as chuvas.
    Observe no suporte da colmeia, as latas  colocadas para impedir a subida de formigas.


     
     

     IV - O PRODUTO DAS ABELHAS

    OU

    CLIQUE AQUI PARA RETORNAR À PÁGINA PRINCIPAL